Toggle navigation

More posts from this user

User Image emmbaldini Posted: Nov 20, 2017 5:01 PM (UTC)
49
0 Normal
O fato de ter opiniões divergentes não é um "porém". É muito saudável! Adoraria viver num mundo em que as opiniões divergentes fossem tratadas como normalidade e não como muitas vezes acontece, na base de acusações e menosprezando quem pensa diferente.
Dito isso, venho á sua pergunta. Não podemos eliminar o nervosismo, podemos (e devemos) conviver com ele e não deixar que ele tome conta da situação.
Então a primeira pergunta e análise é: O QUE O NERVOSISMO MUDA EM MINHA MANEIRA DE TOCAR?
Isso varia muito de pessoa em pessoa mas é a chave para começar um "tratamento" eficaz. Por exemplo, se o nervosismo afeta o apoio e o ponto de contato entre arco e corda, é isso que temos que trabalhar.
Na minha experiência eu vi que normalmente o nervosismo afeta lados da nossa técnica que são já normalmente nossos pontos fracos.
Portanto, a primeira sugestão seria trabalhar focalizando muito nas caraterísticas técnicas que saem mais prejudicadas. Além disso, se acostumar a tocar na frente de outras pessoas e em geral se acostumar a mais execuções inteiras da peça, simulando a "pressão" que existe na performance pública.
User Image emmbaldini Posted: Nov 20, 2017 11:06 AM (UTC)
82
1 Normal
Para mim é um dos movimentos mais misteriosos das Sinfonias do gênio de Bonn. Já a indicação "Allegretto", num ritmo típico de "marcha fúnebre" pode deixar desconcertados.
Esse equilíbrio entre drama profundo e serenidade consoladora precisa ser explorado ao máximo. Lembro da última vez que o regi, em Goiânia, da profundas emoções vividas no palco condividendo com os músicos uma página eterna.
Quanto somos sortudos de poder ter momentos como esses...
User Image emmbaldini Posted: Nov 19, 2017 8:08 PM (UTC)
55
1 Normal
User Image emmbaldini Posted: Nov 19, 2017 6:53 PM (UTC)
125
0 Normal
User Image emmbaldini Posted: Nov 19, 2017 2:24 PM (UTC)
78
0 Normal
Primeiramente as biografías dos grandes compositores. Essas nao só ajudam a entender a figura criadora de obras primas eternas, mas ajudam também a contextualizar suas musica como fruto de seu tempo e de seu período histórico.
Consequentemente, acho importante ler livros sobre interpretação nos vários períodos... os livro de Clive Brown por exemplo, sobre o classicismo e o romantismo, os tratados de Geminiani e de Quantz (entre outros) para o barroco, o livro de Leopold Mozart (com muitos "furtos" das teorias de Tartini), os livros mais recentes de grandes músicos como Harnoncourt, Barenboim etc... tem tanta coisa boa...
User Image emmbaldini Posted: Nov 19, 2017 2:18 PM (UTC)
139
9 Normal
Obvio que não. Um absurdo.
User Image emmbaldini Posted: Nov 18, 2017 11:56 PM (UTC)
211
6 Normal
Porque estudei com professores de sonho e com algumas verdadeiras lendas da musica. E toda a parte teórica e musicologica a aprendi devorando livros sobre o assunto. Não acho que uma qualquer faculdade teria me oferecido uma base melhor que isso.
User Image emmbaldini Posted: Nov 18, 2017 11:46 PM (UTC)
72
2 Normal
Em relação á mecânica, não há diferença. Em relação ao som sim. Existe uma (falta de) cultura orquestral segundo a qual um "piano" ou um "pianissimo" em orquestra são a mesma dinâmica que num Concerto solo. Essa mentalidade é fruto de ignorância. É óbvio que o "piano" de um trecho de orquestra é a dinâmica FINAL que o compositor quer do naipe inteiro, portanto o violinista precisa saber tocar "pppppp", como NUNCA tocaria num Concerto solo. Isso requer uma incrível técnica de arco e um grande esforço (para deixar o peso do arco suspenso).
Portanto há sim uma grande diferença no som, mas precisa começar na cabeça e sem instrumento.
User Image emmbaldini Posted: Nov 18, 2017 11:41 PM (UTC)
73
0 Normal
User Image emmbaldini Posted: Nov 18, 2017 11:40 PM (UTC)
136
4 Normal
Geralmente respondo a esse tipo de pergunta falando de planejamento e de organização nos estudos. Mas hoje quero dizer mais uma coisa: é importante fazer um planejamento "de traz para frente"... ou seja: criar uma meta para (exemplo) maio 2018. Planejar o trabalho de traz para frente, tipo: abril 2018 obra pronta, execuções em casa, manutenção, execução para amigos/colegas.
Fevereiro 2018 começar as execuções.
Janeiro 2018 concentração nos trechos mais complicados. Dezembro 2017: aos poucos ler a obra completa... é só um exemplo tá?
User Image emmbaldini Posted: Nov 18, 2017 12:38 PM (UTC)
121
2 Normal
#100daysofpractice
#day83of100
Dia longo nos aeroportos... mas meu desafio continua... Não tem lugares onde não se possa estudar...
User Image emmbaldini Posted: Nov 17, 2017 7:56 PM (UTC)
96
4 Normal
Se não quero falar de valores de colegas em público é porque acho que não tenho o direito de fazê-lo. Fora isso, pessoalmente acho que o que um Perlman ganha é mais do que merecido. Existe uma hipocrisia absurda em tratar este assunto. Já ouvi pessoas criticarem o cachê de um Kremer ou de um Vengerov. Eu tenho a dizer só uma coisa: ele são, no que fazem, entre os melhores ao mundo, e merecem cada centavo do cachê que recebem. Essa é minha opinião.
User Image emmbaldini Posted: Nov 17, 2017 5:18 PM (UTC)
83
0 Normal
Viajando muito acontece que passamos para cidades onde a humidade está muito alta ou onde o clima é extremamente seco. Sobre todo este último pode prejudicar muito um violino, ainda mais se for antigo. Quando o higrometro mostra um clima muito seco, precisa fazer alguma coisa: como colocar um Dampit dentro dos "f" do violino, ou (coisa que prefiro) colocar casca de laranja no estojo, envolvidas em um guardanapo. O clima seco pode fazer quebrar a madeira delicada dos violinos.
User Image emmbaldini Posted: Nov 17, 2017 5:11 PM (UTC)
109
0 Normal
Não estudo em casa. Estudo na Sala SP e prefiro estender meu tempo aí quanto precisar, assim quando chego em casa me dedico a minha família.
User Image emmbaldini Posted: Nov 17, 2017 5:10 PM (UTC)
73
1 Normal
As Sonatas de Villa-Lobos são difíceis mas muito lindas. A 4 ou 5 de Guarnieri, a 4 de Santoro, "Encantamento de Guarnieri, uma das duas de Glauco Velásquez, ou a do Leopoldo Miguez.
Tem muita coisa Boa! Muita mesmo...
User Image emmbaldini Posted: Nov 17, 2017 5:08 PM (UTC)
75
1 Normal
Sem dúvida Haydn, algum quarteto, e o 1 de Villa-Lobos.
User Image emmbaldini Posted: Nov 17, 2017 5:07 PM (UTC)
41
1 Normal
Me escreva em pvt... esse é outro assunto que não é muito elegante espalhar em público...
User Image emmbaldini Posted: Nov 17, 2017 4:59 PM (UTC)
76
0 Normal
User Image emmbaldini Posted: Nov 17, 2017 4:27 PM (UTC)
131
1 Normal
#100daysofpractice
#day82of100
#Viotti
Uma Romance de Beethoven antes das Romances de Beethoven...