renatotorres Na minha rua
As castanheiras da infância
São impiedosamente podadas
Pelas lâminas da prefeitura
O poder é público, e prova
Sua intimidade de alcova
Com a postura servil do povo

Nada de novo em sofrer
Sob o sol exasperante do Equador
Nada como a dor diária
Multiplicada às portas da paróquia
Na calçada nua e árida da escola
Antes, ali corriam a bola e os pés
Através das sombras dominicais
Da pelada vespertina -
A sombra que acolhia o
Primeiro beijo das meninas
E o selo das amizades eternas

Agora somente a infernal masmorra
Das motosserras, e a pachorra
De um dia inteiro encandeado
Sem misericórdia, mas com a
Concórdia da canalha gemente
Cuja compaixão pela árvore destroçada simplesmente inexiste.
2w
  •   iaravi Que triste. Que ignorância. 2w
  •   agnaldomendonca4 Nao so em sua porta mas a barbárie botânica esta acontecendo na cidade toda isto e um absurdo 2w

» LOG IN to write comment.

renatotorres Olha, aproveita o instante, respira e espera 3w
  •   _karimme Energias e voos do Dirigível (: 3w

» LOG IN to write comment.

renatotorres Música Incidental: novidades em breve! 3w

» LOG IN to write comment.

renatotorres "Eu queria chegar ao criançamento das palavras
Lá onde elas ainda urinam na perna..."
3w

» LOG IN to write comment.

renatotorres Não temerás sonhar como um rey
Num labyrintho de gritos e temporaes
1mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres Jamais saber
O que o dia
Poderia ser
2mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres Também bebem água
Cantam no vento
E recebem a chuva
De galhos abertos
2mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres O lugar mais frio
Do Rio
É o meu quarto
2mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres These machines kill fascists 2mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres O sentimento caminha como planta 2mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres Nuvem de andorinha
Pena de sabão
2mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres Tem sol em ti
Se eu te abrigar
Em mim também tem sol
2mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres Encantado em serpente
Nos protege nas margens
2mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres Pôr do sol em Icoaraci 2mon

» LOG IN to write comment.

» LOG IN to write comment.

renatotorres Caiapó Cumaré Tupinambá
Arinã Jejetê Minguarãna
#perifeérico
2mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres Tenho o cansaço na boca
Atravessado feito um facão
O coração em baldrames ocos
Essas dúbias mãos de motor
#perifeérico
2mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres Ando sem saber se vale
Cada palavra que eu cale
#perifeérico
2mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres Mas se aqui
Tiver
O amor
E o mar
Qualquer água
Que sei
Mergulhar
Te ver
#perifeérico
2mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres Não te ver
Me dói
Como
A sina
Do herói
Ao tentar
Decidir
Seu dilema
Vacilar
Entre prosa
E poema

#perifeérico
2mon

» LOG IN to write comment.