renatotorres Abre os olhos, bebe a cor da vida no coração
Vê que não é outra tua casa, essa asa que te veste o querer e a solidão
16h

» LOG IN to write comment.

renatotorres Sou o que soa
Ave que voa
Sonho que sua
Noite de lua
Sol do meidia
Lágrimaria
Bicho de rua
Pó que flutua
1w

» LOG IN to write comment.

renatotorres Carrega o santo no andor
Entrega um cheiro de flor
Esfrega o fragor do amor
Na regra, agrega o sabor

#autodocoração #olindacharone
1w

» LOG IN to write comment.

renatotorres Faz silêncio
Pousam olhos
Soa dentro uma oração
3w

» LOG IN to write comment.

renatotorres Quisera Deus, por amor, atravessar
Quem dera ter muito mais pra dar
3w

» LOG IN to write comment.

renatotorres Quero ser sempre um menino 3w

» LOG IN to write comment.

renatotorres Lapidar a gruta estreita
Trabalhando a pedra
2mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres Sábado, 19, às 19h, tem poesia, performance, música, teatro e muito amor na laje @datribu ! Bora! @carolmagno13 e o Feminino à Queima Roupa! 2mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres Fico louco
Faço cara de mau
Só você me faz
A cabeça
3mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres Uiara vem pro rio
A lua já saiu
3mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres Em suma, a soma que somos
Sementes de tantos pomos
Em florescência sincera

#perifeérico
3mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres A floresta escura
A escritura feita com
Sangue e sina
A imaginação e a verdura
Dos anos vindouros

#perifeérico
3mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres A carne crua do mito
A cabeleira louca da sorte
Todo o corte, toda arte, toda parte
Todo porte magnânimo
Que o sonho nos empresta

#perifeérico
3mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres Beleza que pões à musa
Difusa entre a mão e a presa
Certeza que encontro escusa
Na curta palavra brisa

#perifeérico
3mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres Eu e tu frente a frente
Flores rentes às frontes
Fontes silentes dos montes

#perifeérico
3mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres Por toda a loucura que observas
Ergo um ramalhete
Hoje, muito mais largo do que em riste
As palavras nos acenarão
De dentro do esquecimento
Vislumbro o que há de novo,
O que vem a nós
Emergir

#perifeérico
3mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres Le rêve de Duchamp II 3mon

» LOG IN to write comment.

renatotorres Minha vida
se ergue ao vento
E à voz

Não estou mais no que fui ontem

#perifeérico
3mon

» LOG IN to write comment.