publicop3 Em 2009, a inglesa Lisa Vella-Gatt decidiu mudar-se para Portugal. Fixou-se em Benfeita, no Centro do país, e criou o Monte Frio Alpacas. Aos 46 anos, Lisa cria alpacas e comercializa a lã que estes animais dão. Anualmente, as 14 alpacas produzem perto de 50 quilogramas de lã. Na quinta de Monte Frio, as alpacas são ainda treinadas para "caminhar com turistas e com mochilas (volumes leves)" pela propriedade, lê-se no site. Há ainda oficinas de artesanato tradicional de produção de lã, fiação, tecelagem e feltragem — e a oportunidade de se aprender a fazer as pequenas de alpacas de brincar.
.
Galeria no P3 com fotos de Rafael Marchante/Reuters
2d

» LOG IN to write comment.

» LOG IN to write comment.

publicop3 We're happy to present @luis_mesquita Follow @publicop3, tag your best photos with #p3top and get a chance to be featured. Have fun 6d

» LOG IN to write comment.

publicop3 We're happy to present @deyvismalta Follow @publicop3, tag your best photos with #p3top and get a chance to be featured. Have fun 6d

» LOG IN to write comment.

publicop3 We're happy to present @zevitro Follow @publicop3, tag your best photos with #p3top and get a chance to be featured. Have fun 6d

» LOG IN to write comment.

» LOG IN to write comment.

publicop3 We're happy to present @tiagoduraesmoreira Follow @publicop3, tag your best photos with #p3top and get a chance to be featured. Have fun 2w

» LOG IN to write comment.

Normal P3 Público
publicop3 We're happy to present @zecfvieira Follow @publicop3, tag your best photos with #p3top and get a chance to be featured. Have fun 2w

» LOG IN to write comment.

publicop3 We're happy to present @hey.luisa Follow @publicop3, tag your best photos with #p3top and get a chance to be featured. Have fun 2w

» LOG IN to write comment.

publicop3 Logo após o primeiro sismo de grande magnitude que atingiu o Nepal, no dia 25 de Abril, havia uma enorme dificuldade em perceber que zonas tinham sido afectadas e qual o grau de destruição que tinha sido causada. Tara Bedi (escritora) e Simut Dayal (fotógrafo) resolveram criar, no dia seguinte uma rede de fotógrafos que fariam cobertura, via Instagram, de tudo o que se seguiu ao sismo, aproveitando a possibilidade de inclusão de legendagem para melhor contextualizar as fotografias e as situações que observavam. O projecto intitula-se @nepalphotoproject e está presente no instagram e no Facebook. Os fotógrafos que contribuem oficialmente são Nayantara Gurung Kakshapati, Bhushan Shilpakar, Saagar Chhetri, Kishor Sharma e Shikhar Bhattarai. Fotógrafos externos, sob a tag #nepalphotoproject, podem também contribuir, avolumando o grau de informação e de histórias partilhadas. Os fotógrafos foram desafiados a criar fotografias que comuniquem algo significante ou que tenha um intuito - não apenas a devastação, mas também links para campanhas de recolha de fundos, fotografias de pessoas desaparecidas, acompanhamento das operações de resgate, iniciativas civis de voluntariado, e links para artigos ou imagens relevantes. O NPP está em constante actualização e estão já disponíveis dezenas de imagens relativas ao dia 12 de Maio — marcado por mais uma réplica. 2w

» LOG IN to write comment.

Normal P3 Público
publicop3 O fotógrafo @miguelcastroliveira subiu e desceu várias vezes a Rua da Madeira e a Cimo de Vila. Perdeu a conta. Ouviu as história do senhor Carlos (aquelas que Mariana a Miserável escondeu no seu chapéu), tocou nas paredes como o senhor Henrique (André da Loba esculpiu um retrato para ele sentir com as próprias mãos), viu Júlio Dolbeth, encantado, tirar notas sobre a vida da dona Eduarda, acompanhou a evolução de Cristian (na vida real e no desenho de Nicolau) e comeu bolos (e bolas) com Mariana Rio. "São Bento é história, são muitas histórias." E o projecto #espigarnasgentes deixou-as ainda mais visíveis e cravadas nas portas desta zona da cidade do Porto. Durante algum tempo, estes cinco ilustradores conheceram pessoas reais, viveram as suas vidas e retrataram-nas em portas das ruas da Madeira e do Cimo de Vila e do Largo da Rua Chã.
.
Galeria no P3
2w

» LOG IN to write comment.

Normal P3 Público
publicop3 O que é que "Conan, O Rapaz do Futuro" tem a ver com o Instagram? E "Mad Max"? Tudo, dirá João Bernardino, que fecha os olhos para os abrir num "mundo mais desolado e árido, por vezes pós-apocalíptico, onde a presença humana quase não se faz sentir e as máquina ganham uma vida própria". Este designer, de 42 anos, não precisa de mergulhar (de arpão na mão) na série de Miyazaki ou de levantar pó no filme de George Miller. Basta-lhe fazer de conta. "Aos poucos, as estruturas logísticas e industriais do Porto de Leixões e da refinaria de Leça — um universo imagético que me cativou desde a infância — começaram a captar um maior interesse da minha parte. Comecei a esperar barcos, a ter mais atenção às cargas e a reconhecer melhor o funcionamento do porto", contou ao P3 @joao.bernardino, no Instagram há cerca de um ano. Este lisboeta, há quase 20 anos no Norte, começou depois a expandir o seu interesse por estas paisagens industriais para lá da sua área geográfica. "Comecei a procurar outras estruturas industriais no grande Porto e mesmo fora dele. Ao mesmo tempo a edição das fotografias começou a ser mais cirúrgica, passei a retirar e adicionar elementos, a dominar e desenhar mais os ambientes e paisagens das imagens. Assim, progressivamente, algumas imagens começam a surgir como formalizações mais conceptuais, por vezes abstracções. Gosto de pensar que por vezes re-visito cenários de alguns filmes e séries como 'Conan, O Rapaz do Futuro' ou 'Mad Max', embora a maior parte das vezes me dê por satisfeito em relacionar as imagens à exaltação da máquina e do progresso à luz dos conceitos das vanguardas modernistas do início do séc. XX." 2w

» LOG IN to write comment.

publicop3 Ceci de f. fotografou dez idosos "sós e isolados" do distrito da Guarda. O projecto, auto-financiado, encontra-se ainda em desenvolvimento, sendo intenção da autora a sua expansão para outras paragens do território nacional, nomeadamente regiões onde o flagelo do isolamento na terceira idade tem maior incidência — como é o caso dos distritos de Castelo Branco e Portalegre. A portuense cecília de fátima estabeleceu contacto directo com a Guarda Nacional Republicana, que tem um projecto de apoio aos idosos chamado "Programa Apoio 65 – Idoso em Segurança".
.
Galeria no P3
3w

» LOG IN to write comment.

publicop3 We're happy to present @josenunes
Follow @publicop3, tag your best photos with #p3top and get a chance to be featured. Have fun
3w

» LOG IN to write comment.

publicop3 We're happy to present @ju.ree.rat
Follow @publicop3, tag your best photos with #p3top and get a chance to be featured. Have fun
3w

» LOG IN to write comment.

publicop3 We're happy to present @rui_paulo_magalhaes
Follow @publicop3, tag your best photos with #p3top and get a chance to be featured. Have fun
3w

» LOG IN to write comment.

publicop3 Este é um projecto que fala das crianças da vida de Maria João Pereira. "Em Educação acredito no preceito de que a aprendizagem é feita a partir das necessidades e interesses das próprias crianças e que esta é fruto da relação que se cria entre os diferentes intervenientes educativos", explicou ao P3 @mj_pereira, criadora da série #kidswithpersonality_project, uma compilação colorida e criativa de crianças a brincarem ao Instagram. "A criatividade surge com um dos seus maiores alicerces. A literatura infantil, a ilustração e o teatro revelaram-se peças fundamentais neste processo, tornando-o mais significativo e prazeroso – para mim e especialmente para as crianças. O envolvimento das crianças no processo criativo e de edição das fotografias, bem como, a exploração da sua personalidade e identidade sem mostrarem o seu rosto são pontos cruciais deste projecto." Tudo começou com uma brincadeira, que naturalmente se transformou numa auto-narrativa partilhada. "As crianças tornam-se co-autores e personagens. Os pequenos quadradinhos transformam-se em grandes reflexões, sorrisos, possíveis mensagens que ficarão ali atrás da orelha e, principalmente, num lembrete que não me faz esquecer de continuar a ver o mundo com os olhos duma criança, onde a curiosidade é insaciável". 3w

» LOG IN to write comment.

publicop3 “Urban Now” é uma exposição colectiva na Galeria-Atelier Metamorfose (até 13 de Junho). Nas paredes crescem trabalhos de Add Fuell, Eime, Frederico Draw, Gonçalo MAR, Hazul, ±maismenos±, Mário Belém e Tamara Alves.
.
Foto @kitato (com @mrdheo )
4w

» LOG IN to write comment.