publicop3 “Urban Now” é uma exposição colectiva na Galeria-Atelier Metamorfose (até 13 de Junho). Nas paredes crescem trabalhos de Add Fuell, Eime, Frederico Draw, Gonçalo MAR, Hazul, ±maismenos±, Mário Belém e Tamara Alves.
.
Foto @kitato (com @mrdheo )
3d

» LOG IN to write comment.

» LOG IN to write comment.

publicop3 We're happy to present @riquembs Follow @publicop3, tag your best photos with #p3top and get a chance to be featured. Have fun 5d

» LOG IN to write comment.

publicop3 We're happy to present @keilacguimaraes Follow @publicop3, tag your best photos with #p3top and get a chance to be featured. Have fun 5d

» LOG IN to write comment.

publicop3 We're happy to present @tozzzze Follow @publicop3, tag your best photos with #p3top and get a chance to be featured. Have fun 5d

» LOG IN to write comment.

publicop3 Ainda que com alguns intervalos, o ucraniano Igor Chekachkov fotografa a série "Daily Lives" desde 2011. A grande dificuldade em conseguir modelos para as suas fotografias atrasou todo o processo, o que o levou a tomar uma decisão, perto do final de 2013: "Convidei raparigas a vir viver comigo e fiz um acordo: elas estariam sempre nuas e eu sempre a fotografar. Foi assim que consegui terminar a série." O ponto de vista que escolheu - picado - é um factor importante para Igor, que pretendia estar como que ausente aos olhos do espectador. "É como se não fosse um deles" observou em entrevista ao P3.
.
Galeria no P3
1w

» LOG IN to write comment.

publicop3 Tiago Galo faz arte urbana… "fake". Como? Depois de tirar uma fotografia a um muro “com potencial”, imagina de imediato uma possível ilustração. Começa a editar e "está feito". Para ele, no entanto, é muito mais do que isso, já que consegue dar uma nova vida a fachadas monocromáticas: “Dá-me gozo poder manipular desta forma um espaço, sem restrições”, confessa. Ainda mais gozo lhe dá a possibilidade de abrir consciências e criar espaços que só existem de forma digital. A inspiração vai surgindo através do seu percurso de “designer” e ilustrador, mas também da actividade que já desenvolveu enquanto arquitecto. A partir daí, é fácil “misturar tudo” e conseguir ver – e criar – elementos novos nos espaços da cidade. Para já, Tiago vai continuar por aí, a dar uma nova identidade a fachadas esquecidas pelo tempo.
.
Galeria no P3
1w

» LOG IN to write comment.

publicop3 We're happy to present @raqueelreiss
Follow @publicop3, tag your best photos with #p3top and get a chance to be featured. Have fun
2w

» LOG IN to write comment.

publicop3 We're happy to present @po_jezkova
Follow @publicop3, tag your best photos with #p3top and get a chance to be featured. Have fun
2w

» LOG IN to write comment.

publicop3 We're happy to present @xmilhao
Follow @publicop3, tag your best photos with #p3top and get a chance to be featured. Have fun
2w

» LOG IN to write comment.

publicop3 Bethany Barton mudou-se para Anchorage, no Alaska, há apenas dois meses, embora tenha passado períodos do ano anterior por essas paragens. Mudou-se por amor, confessou ao P3 em entrevista. "Sou de Pennsylvania. Escolhi mudar-me para o Alaska pela sua beleza, mas também por amor. Mudei-me para poder estar com o meu namorado, cujo trabalho o trouxe até cá." As fotografias de @behtanybarton, também presentes na sua conta de Instagram, transpiram beleza, quietude e nostalgia. "Quando estás envolto em beleza natural, queres agarrá-la; a minha forma de o fazer é tirar fotografias." O passado intriga a fotógrafa, que gosta do contraste entre o que é criação humana e paisagem natural e se esforça por fixar uma sensação de paz e serenidade nas suas imagens. 2w

» LOG IN to write comment.

» LOG IN to write comment.

publicop3 We're happy to present @_bellazirt_ Follow @publicop3, tag your best photos with #p3top and get a chance to be featured. Have fun 3w

» LOG IN to write comment.

publicop3 We're happy to present @nunomvmonteiro Follow @publicop3, tag your best photos with #p3top and get a chance to be featured. Have fun 3w

» LOG IN to write comment.

publicop3 We're happy to present @martzz_v Follow @publicop3, tag your best photos with #p3top and get a chance to be featured. Have fun 3w

» LOG IN to write comment.

publicop3 A Lola tem duas personalidades: a que rói tudo o que consegue apanhar e a “amorosa modelo”, que adora ser fotografada. Esta última assume a forma de @_queenlola_, cuja conta de Instagram, criada há cinco meses, tem mais de 700 seguidores. As fotografias são da dona e “instagramer” @patriciarelva, que adoptou esta cadela com apenas três semanas de vida, há menos de um ano. “A Lola é extremamente inteligente e excitada, consegue que eu fique extremamente louca”, diz ao P3. É difícil imaginar que Lola faça “muitas asneiras” e coma todas as plantas — cactos incluídos —, se tivermos em conta as fotografias em que aparece com um ar tão sossegado. “Por incrível que pareça é muito fácil fotografá-la: basta sentá-la, dizer que fique quieta e mostrar-lhe o telefone. Ela fica imóvel, à espera do clique”, conta Patrícia. A recompensa — uma fatia de queijo — ajuda na hora da sessão fotográfica, que por norma inclui acessórios inusitados. “O mérito é todo dela, que faz a pose e aquele olhar enternecedor e calmo.” 3w

» LOG IN to write comment.

publicop3 Jenny Lewis fotografou recém-nascidos acompanhados das suas mães nas primeiras 24 horas pós-parto. No dia do nascimento, refere no seu site, "o corpo de uma mulher está imerso em hormonas", tornando-se visível a "fisicalidade implacável do momento, directamente do campo de batalha. O suor ainda reluzindo na pele da mãe, o cordão umbilical translúcido e cortado recentemente, e o espanto das mulheres quando se apercebem da magnitude do seu feito e por terem sobrevivido." Jenny Lewis acredita ser necessário desmistificar e sublinhar o lado positivo do parto, a alegria de ter um filho nos braços na vez das dores provocadas pelo seu nascimento. O livro chama-se "One Day Young".
.
Galeria no P3
3w

» LOG IN to write comment.

publicop3 Há um gigante ponto de interrogação no lugar do futuro do Aleixo. Dois anos depois do dia da demolição da torre 4 (e já mais de três depois da queda da torre 5), um grupo de seis instagramers juntou-se no Aleixo. Neste lugar onde poucos entram, vive-se na ânsia de uma decisão camarária que tarda a chegar, lado a lado com os problemas de sempre. "Isto já foi o Aleixo. Agora é o que sobra do Aleixo. É uma coisa que às vezes já nem reconheço." Ao longo da semana, podes ver as fotografias de @kitato, @doavesso, @mazedlm, @alexcoelholima, @diogolage e @anitados7oficios na hashtag #InstAleixo.
.
Reportagem e galeria de fotos de @jpaulopimenta no P3
3w

» LOG IN to write comment.

publicop3 Arquitectura ou Instagram? Todos sabemos o que surgiu primeiro. Mas as duas disciplinas tendem a fundir-se. "Tudo se tornou susceptível de ser fotografado", explica ao P3 Nicanor Garcia, arquitecto e instagramer com cerca de 725 mil seguidores nesta rede social. Se ao início procurava "aproveitar trajectos quotidianos" para fotografar, pouco a pouco programou "saídas mais específicas" sozinho ou acompanhado por outros utilizadores da aplicação. "A ligação social é o que torna a aplicação dinâmica e diferente das outras", prossegue Nicanor, que orientará o workshop “Olhares de Arquitetura”, que se realiza no Roca Lisboa Gallery, pelas 18h00 do dia 13. Para muitos, a Arquitectura e o Instagram são como familiares que se reencontraram após largos anos: têm o mesmo ADN, não vivem um sem o outro. "Como arquitecto já tinha desenvolvido necessariamente o sentido espacial e visual. O Instagram gerou uma série de novas viagens e rotinas, mas que no fundo são muito parecidas ao trabalho que desenvolvia como arquitecto. Agora sigo o trabalho de outras pessoas, que aos poucos começam a fazer parte do teu dia a dia." Em Lisboa, o workshop contará com a participação dos portugueses @voodoolx e @ana_gil_ 4w

» LOG IN to write comment.