costaleo Fico sempre, como Gonzaguinha, com a resposta delas.

Criançada do Quilombo de São Brás, BA

Foto 1/3
2h

» LOG IN to write comment.

costaleo Criançada do Quilombo de São Brás, BA

Foto 2/3
3h

» LOG IN to write comment.

costaleo Criançada do Quilombo de São Brás, BA

Foto 3/3
3h

» LOG IN to write comment.

costaleo Espadas da proteção.
Quilombo de São Brás, BA
13h

» LOG IN to write comment.

costaleo Família.
Quilombo de São Brás, BA
1d

» LOG IN to write comment.

costaleo Produção artesanal de espetos de churrasco.
Quilombo de São Brás, BA
1d

» LOG IN to write comment.

costaleo "Pé de mangue
Acorda na madruga
Pisa n´água cedo
Fria, fria,
todo dia
Caranguejo tem que vir
Se não vejo caranguejo
Não tenho o que
ALMEJO"
(Júlio Costa) "A espera"
Quilombo de São Brás, BA
2d

» LOG IN to write comment.

costaleo Bocarras.
Santo Amaro, BA
2d

» LOG IN to write comment.

costaleo De cima pra baixo, de baixo pra cima. 2d

» LOG IN to write comment.

costaleo Purificar o Subaé com artesanato local, com árvores em forma de peixes, com cor.

Santo Amaro da Purificação, BA
Recôncavo
3d

» LOG IN to write comment.

costaleo Uma esquina de Santo Amaro da Purificação.

Recôncavo baiano
3d

» LOG IN to write comment.

costaleo Ladeira abaixo...
Preguiça, nov, 14
4d
  •   izafoz_2_ Ao fundo a voz marota de Elis:
    Essa ladeira, que ladeira é essa?
    Essa é a ladeira da preguiça
    Ela é de hoje
    Ela é desde quando
    Se amarrava cachorro com linguiça 4d
  •   hype.acessorios Inevitável pensar nessa música @costaleo! Linda foto! 4d
  •   case.daniel Pois é. Procurei logo a correia da coleira do cachorro. Na verdade o cachorro que está levando seu dono de estimação pra passear. Perfeição de foto. 4d
  •   martorepetto 4d
  •   abercio Vc tá demais!!! 3d
  •   geo_a_guerreira Parabéns 3d
  •   prodanielbranco Adorei essa. 3d

» LOG IN to write comment.

costaleo Hoje vou de pureza.
Açucena, a que sorri
4d

» LOG IN to write comment.

costaleo "Ao seguir aquele vulto
Que percorria o labirinto
Descobri que era eu mesmo oculto Dentro das coisas que sinto
E que só sei dizer em prosa e verso
E quando as canto, eis que pronto surge
A rosa do universo
Que desfila ao meu lado
Entre as mãos de um negro anjo alado
Que distribui lá do meio da neblina e da fumaça
A graça que vem de cima e vem de graça
Porque é a graça e é divina"
Caetano Veloso
5d

» LOG IN to write comment.

costaleo Dona Rosa, 100 anos.
Moradora da Gamboa.
Altiva e leve.
Neta de escravos.
Testemunha viva da história dos negros nesse país.
Reverenciar a sua história nos fortalece como povo, nos ensina caminhos, nos fortalece as escolhas.
20 de novembro, Dia da Consciência Negra.
5d

» LOG IN to write comment.

costaleo Vermelho à terra, vermelho ao mar. 6d

» LOG IN to write comment.

costaleo Vai uma laranja aí?

Ladeira da Preguiça
6d

» LOG IN to write comment.

costaleo Seu Raimundo - morador da Gamboa, pescador, mestre dos mares. Nos acompanhou na tempestade, nas ondas enormes, no vento forte. Sua segurança na condução do pequeno barco de apoio que nos acompanhava no domingo na travessia Salvador-Mar Grande nos inspirou e nos trouxe à terra firme em paz. Um dos heróis silenciosos da nossa jornada, mostrou que a presença que faz a diferença muitas vezes é silenciosa, simples, e por isso plena e cheia de força. 7d
  •   vasconcelosgeorge Com sua fala mansa e de uma paz incrível!!! Salve Salve Seu Raimundo!!!! 7d
  •   peu_ffernandes Seu Raimundo, um lobo dos mares!!! Tive muita honra em estar ao lado dele no barco! 7d
  •   malaquiasgui Salve salve demais !!!! 7d
  •   clairgranadeiro Que foto fantástica! 6d

» LOG IN to write comment.

costaleo Davi, dali, do alto.

Ladeira da Preguiça
1w

» LOG IN to write comment.

costaleo É preciso que estejamos atentos aos sinais e gratos, sempre, por tudo.

Domingo tive o prazer de fazer, de barco, a travessia Salvador/Mar Grande registrando o belo feito dos corajosos atletas que, com uma prancha e remo em punho, enfrentaram o nada amistoso mar revolto que se forma quando estamos prestes a receber uma frente fria na cidade. A baía estava mais para Canal da Mancha do que para Todos os Santos. Mas fomos, cada um com seu desafio. O meu era, sendo pouco experiente no mar, segurar a câmera direitinho e buscar o foco, mesmo com todo o balanço provocado pelas ondas e pelo vento que anunciava a tempestade. A ida foi tranquila para os motorizados e um verdadeiro desafio para os que estavam à mercê do mar revolto tendo como arma apenas um remo. Ainda assim, num exercício de entrega e confiança, trabalhei em mim a sensação de insegurança e deu tudo certo. Chegamos ao destino, comemoramos com os que conseguiram chegar até o fim, mal sabendo o mar que nos esperava na volta.

A tempestade chegou, de fato, e a volta foi molhada e, digamos assim, uma montanha russa de emoções; o grupo permaneceu o tempo todo tranquilo, otimista, e a segurança que era passada, principalmente pelos velhos e experientes pescadores que nos acompanhavam, nos dava a sensação de que estava tudo sob controle; mas sabíamos, ao fundo, que no mar nada de fato está muito sob controle. O otimismo, a alegria e a confiança prevaleceram e deu tudo certo. Até a hora exata em que, já praticamente em terra firme, com apenas vinte centímetros de água abaixo de mim, saltei de mau jeito do barquinho que nos trouxe até a beira mar e... pimba! Fraturei o meu segundo dedinho do pé. Era como se, estando praticamente em terra firme, não houvesse mais tanta necessidade de atenção e algo se quebrou. Nada irremediável, mas um sinal cuja simbologia me instiga e me convence de que respeito nunca é demais e que a vida deve ser tomada, inteira, sem restrições, a toda hora. E do quanto essa postura nos protege e nos direciona. (serão três semanas de imobilização e aprendizagens e muita gratidão)

Na foto, a tempestade.
1w
  •   costaleo @danmeirajr muito obrigado 1w
  •   costaleo @vasconcelosgeorge obrigado a vc que no fundo permitiu tudo isso! 16g 1w
  •   costaleo @izafoz_2_ tudo está conectado amiga. Nessa corrente nos ajudamos mutuamente sempre. Gratidão 1w
  •   costaleo @peu_ffernandes cuidando, cuidando... obrigado, queridao 1w
  •   tininhaviana @costaleo adorei seu texto e te desejo uma boa recuperação!Sou uma das 'corajosas atletas' que participaram da travessia, pela segunda vez! E te confesso que a coragem sem medo , não existe! ainda mais nas condições adversas que enfrentamos! Mas valeu demais... e em 2015, se Deus quiser, farei outra vez! 1w
  •   vasconcelosgeorge Um cartão esquecido, outro emprestado e grandes registros realizados @costaleo !!!! Os olhares e as almas agradecem!!! Vamos em frente!!! 1w
  •   costaleo @tininhaviana isso, querida, grandes aprendizagens. Obrigado 6d

» LOG IN to write comment.