» LOG IN to write comment.

» LOG IN to write comment.

alebeller Sexta Santa!! 2w

» LOG IN to write comment.

alebeller Mario & Luigi! 2w

» LOG IN to write comment.

alebeller Lollapallozza pra quê?! Se vc pode ser o próprio rockstar! Hahahahhahahahaa 3w

» LOG IN to write comment.

alebeller Eduardo, 26 anos. Passou sua adolescência na Freguesia do Ó. Apesar de morar ali, não condizia com o bairro, não era uma pessoa tradicional. Se vestia diferente da maioria e aproveitava a vida mais que a maioria. Foi num ponto de ônibus que eu o vi pela primeira vez, franzino, estiloso e cheiroso. Eu olhava de longe e ele também. Pegávamos o mesmo ônibus. O famoso Itaim Bibi. Depois dessa primeira aparição. Foi destino, ou não, percebi que aquele menino também era da minha faculdade. Sempre que passávamos perto o olhar cruzava e um "oi" saia. Apenas aquilo. E era quase todo dia. Os anos foram passando, eu comecei a namorar, ele teve um filho. Lindo, por sinal. E quando um cometa Harley passou ( só ele vai entender), as nossas vidas mudaram. Começamos a conversar. E percebi que conheci uma pessoa maravilhosa, que iria mudar a minha vida. E mudei...Menos de dois meses já estávamos morando junto e depois de um ano já tínhamos o nosso próprio lar. E de um simples "oi" saiu o amor da minha vida, a pessoa que me ensina a cada dia, que me ajuda a aproveitar as pequenas e grandes coisas de viver. A pessoa que faz ANIVERSÁRIO hoje. Quem é e sempre foi excepcional pra todos que estão a sua volta. Obrigada, amor. Te desejo a quase melhor vida do mundo. Quase, porque se fosse a melhor iria ser um pouquinho chata. Rs Um simples "oi" pode transformar a sua vida, por um dia, ou um ano ou pra sempre. Carpe Diem, my Baby Blue! @thatsperalta 3w

» LOG IN to write comment.

alebeller Niver dele.... supresa. 3w

» LOG IN to write comment.

alebeller "X" #buk 3w

» LOG IN to write comment.

alebeller Venho pra cá desde os meus 2 anos...Passa tempo, a cidade muda e ela continua linda!! 3w
  •   ericaseccato Vc anda tão poética! Ta apaixonada? ️sua linda 3w

» LOG IN to write comment.

alebeller Pela janela, já conheci ex-detento, policial, italiano, português, nigeriano, japonês. Vi mendigo caindo no chão, vi gente rindo até chorar, vi amor acontecendo. Conversei sobre lição de vida, sobre amores impossíveis, experiências incríveis e sobre bobagens. Isso é um pouco das manhãs que eu passo, quando venho trabalhar com meu pai. Através da janela vejo, ouço e sinto as pessoas. 4w

» LOG IN to write comment.

» LOG IN to write comment.

alebeller Em 2013, ganhei um amigo. Um amigo que já me conquistou ao abrir a porta a primeira vez que o vi e me perguntou se eu era a "namorada do papai". Um amigo que me acompanha no desenho animado, que me ajuda a por a mesa. Um amigo que me faz rir e me emocionar. Lucca, hoje você está completando 5 anos e nesses dois anos de convívio, você me ensinou ser criança novamente, ter a essência do amor e da inocência.. Obrigada, amigo. Eu amo vc! 4w

» LOG IN to write comment.

alebeller À simplicidade de ser livre! 1mon

» LOG IN to write comment.

alebeller Um restaurante no meio de galpões. Sempre tento tirar foto. Acho simples, aconchegante. Imagino quantos caminhoneiros já passaram por lá. E as histórias que ficaram no local. De Manaus a Porto Alegre! Tem lugar que a gente sente que é mais do apenas servir... tem histórias de vida em tudo ali. 1mon
  •   alebvv E muita dor de barriga, vários tipos, várias doenças muito saber dessas vastas experiências. 1mon
  •   alebeller @alebvv isso seria o próximo post pq tirei foto do banheiro de lá!! 1mon

» LOG IN to write comment.

alebeller " And not the words of one who kneels / The record shows, I too / And did it my way".. Frank Sinatra 1mon

» LOG IN to write comment.

alebeller Seu Pedro, 58. Veio para São Paulo. Na época tinha 18.Veio de longe. De uma cidade da Bahia. Tinha pouco. Uma sacola plástica com roupas e sobrou 10 reais da passagem. Começou como assistente de pedreiro. Andando pra obra, sempre via um menino sujo e magrinho no farol, pedindo dinheiro. Achava que aquilo não deveria existir naquela cidade, pois era chamada de uma coisa difícil de pronunciar. Grande metrópole. Um dia passando pelo mesmo menino, resolveu dar seu único lanche do dia, uma banana. O menino ficou desconfiado, mas como estava esfomeado, comeu tudo e abriu um sorriso banguela. Conforme o prédio que Seu Pedro trabaLhava foi subindo ele levava maça, mexerica,banana, para o menino. O edifício estava terminado. Pelo bom trabalho dele. Seu Pedro virou pedreiro. Achou que pudesse ajudar ainda mais o menino, que se chamava Daniel. Ao sair da obra foi contar para o Daniel o ocorrido. Ele não estava mais lá. No outro dia, levou uma penca de banana, mas Daniel não apareceu. Não apareceu mais. Passou muitos anos e melhorou a carreira. Seu Pedro agora era mestre de obra. "Aonde será que está o Daniel?" Virou engenheiro civil. Decidiu estudar na época em que ganhava as frutas, ao invés de ficar no farol. Admirava aquele homem sujo de cimento. Queria ser igual a ele. Seu Pedro sem sobrenome foi e é seu herói. Não sabe se já trabalhou ou não com ele em alguma obra. Sua primeira expiração para construir sua vida. Para retribuir a oportunidade que recebeu Daniel nunca deixou de contribuir a comunidade, hoje ajuda a dar comida aos sem teto. E Seu Pedro...também está lá. Toda segunda-feira na praça da Sé. 1mon

» LOG IN to write comment.

alebeller "elas são o amor mais verdadeiro. construa onde ninguém constrói", Bukowski. 2mon

» LOG IN to write comment.

alebeller O meu Carnaval foi assim! #berne #cortaobolo #vamoserlouca 2mon

» LOG IN to write comment.

» LOG IN to write comment.